22 de abr de 2009

Transporte escolar

Quem nunca em sua infância usou um transporte escolar, seja um perua, uma van ou até mesmo um ônibus? E isso marca muito a vida de uma criança ou adolescente, a minha pelo menos marcou. Usei o transporte escolar durante uns 3, 4 anos, não que morasse muito longe da escola ou que eu fosse rico, mas o fato é que o gasto que tinha na tarifa do ônibus e na mensalidade do transporte escolar eram o mesmo.
Transporte escolar sempre lembra a (o) famosa (o) tia (iu) da perua, que geralmente ou é uma rabujenta tiazona de meia idade ou uma belíssima adolescente gostosa. No meu caso sempre foi uma tiazona de meia idade e seu marido songo mongo. Tia Cleusa e tiu Jarbas, se os mesmos estiverem lendo meu post me perdoem mas o senhores eram um pé no saco.
Eu sempre fui um guri quieto no meu canto, porém quando chegava a hora de ir embora e eu entrava naquela van me transformava, surgia outro bruno totalmente diferente, esperto, serelepe e bagunceiro. O que me trouxe muitos problemas e reclamações, desde queixas aos meus pais até mudança de van e exclusão devido aos meus amigos que sempre me ajudavam na bagunça. Mas eu sei que no fundo no fundo eles me amavam, até deixavam eu abrir a porta quando nao tinah um responsável pra isso. Um dia até ganhei 10 reais por uma semana como porteiro de perua. Além disso eu nao reclamava pelo fato de ter que parar em outro colégio para pegar outras turmas ou o fato de ter que parar numa garagem pra troca de van.
Dentre tantos causos durante esses anos de transporte escolar citarei alguns que me marcaram e que até hoje me fazem rir muito ao serem relembrados. Heis aqui:
- Último banco quebrado; o último banco sempre foi quebrado, então quando ficava com raiva dos tius sempre dava um jeito de quebrá-lo novamente pulando no mesmo, pura pirraça.
- Pic-Nic's: teve a época dos pic-nic's, isso mesmo pic-nic dentro de uma perua escolar com direito a bebida e tudo mais...o mais legal era que cada dia uma pessoa trazia algo diferente desde toalha e faca até manteiga e suco de saquinho, nem preciso dizer que os tius quase nao surtavam com isso devido a sujeira que ficava. Idealizador disso? Eu! ;
- Sorvetes: também teve a época dos sorvetes, até o dia que eu todo esperto com uma casquinha com duas bolas e ao passar por uma lombada meti o sorvetão no teto da perua. Resultado: nada de comidas no carro;
- Batida: e pra fechar com chave de ouro ajudei o tiu a bater o carro. Estava eu enchendo o saco para o mesmo mudar a estação do rádio, todavia ele já de idade avançada e muito do sabichão abaixou a pequena jaca para mudar o rádio e nisso PLAFT! bateu o carro, o que resultou num baita bronca indiretamente para mim e numa cara de taxo tremenda de minha parte.
E se você não teve a sorte de passar momentos tão gratificantes como este numa perua escolar sinto muito. Quem sabe um dia na van da facul neh.?!

2 Opiniões:

Thiago Laurent. disse...

Nham eu nunca usei transporte escolar, mas imagino a farra! kkkkk, cara, só vc mesmo pra fazer o tiu bater a van o.o auhsuhasuhas

Anônimo disse...

Eu nao usava transporter escolar. Usei por menos d um ano e só uma vez por semana. Entao nem tive tempo d fazer mtos amigos, alem dos d sala msm.

Ah, e eu usava d graça ^^

O fato é que, independente d perua ou nao, historias da infancia semrpe sao demais.