7 de out de 2009

Solidão


Talvez um dia como hoje eu aprenda como deve ser
Como ver as coisas e como viver,
Talvez do pior jeito.
Talvez entenda de vez que não se pode contrariar o destino.
O triste destino da solidão.
Talvez o caminho a seguir seja escuro e nublado
Onde eu tenha que rastejar sem ninguém ao meu lado pela grama gelada sem olhar pra trás
Fugindo de meus medos,
Fugindo do meu próprio eu.
Talvez eu me perca de vez na minha depressão sem ter que voltar para trás.

1 Opiniões:

Anônimo disse...

Texto lindo cara.
Mas a solidão nunca é o único caminho ou destino.

Abç